Manutenção a longo prazo da prevenção de defeitos do tubo neural em um estado de alta prevalência.



OBJETIVO:
Para avaliar a eficácia do ácido fólico (AF) suplementação e fortificação na prevenção de defeitos do tubo neural (DTN), em uma região de alta prevalência nos Estados Unidos.
ESTUDO:
Métodos de vigilância activa e passiva, para identificar todos os fetos / bebês afetados com DTN em South Carolina. As taxas de prevalência foram comparadas com a ingestão de FA para determinar os efeitos do aumento do consumo sobre a ocorrência e recorrência NTD.
RESULTADOS:
De 1992 a 2009, 916 casos de DTN ocorreu na Carolina do Sul, com defeitos isolados que compõem 79% dos casos. A taxa de NTD diminuiu 58% durante este período. Houve uma gravidez NTD-afetada em 418 gestações subseqüentes (0,2%) em mães com anteriores NTD afetadas gravidezes que consumiam suplementos FA periconcepcional, e foram 4 DTN em 66 casos (6,1%), em que a mãe não tomam suplementos de FA . Suplementação FA aumentou de 8% para 35% de 1992 a 2007, e conhecimento dos benefícios protetores de FA aumentou de 8% a 65% em mulheres em idade fértil.
CONCLUSÕES:
O aumento da ingestão de periconcepcional FA parece reduzir DTN em uma região de alta prevalência. A taxa de espinha bífida e anencefalia na Carolina do Sul é agora essencialmente o mesmo (0,69 casos por mil nascidos vivos e óbitos fetais) como a taxa de EUA 1998 a 2005 (0,69).


Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed?term=Long%20term%20maintenance%20of%20neural%20tube%20defects%20prevention%20in%20a%20high%20prevalence%20state

VEJA TAMBÉM:



Texto Original



OBJECTIVE:
To assess the efficacy of folic acid (FA) supplementation and fortification in preventing neural tube defects (NTDs) in a high prevalence region of the United States.
STUDY DESIGN:
Active and passive surveillance methods were used to identify all fetuses/infants affected with an NTD in South Carolina. Prevalence rates were compared with FA intake to determine the effects of increased intake on NTD occurrence and recurrence.
RESULTS:
From 1992 to 2009, 916 NTD cases occurred in South Carolina, with isolated defects comprising 79% of cases. The NTD rate decreased 58% during this period. There was one NTD-affected pregnancy in 418 subsequent pregnancies (0.2%) in mothers with earlier NTD-affected pregnancies who consumed periconceptional FA supplements, and there were 4 NTDs in 66 pregnancies (6.1%) in which the mother did not take FA supplements. FA supplementation increased from 8% to 35% from 1992 to 2007, and knowledge of the protective benefits of FA increased from 8% to 65% in women of childbearing age.
CONCLUSIONS:
Increased periconceptional intake of FA appeared to reduce NTDs in a high-prevalence region. The rate of spina bifida and anencephaly in South Carolina is now essentially the same (0.69 cases per 1000 live births and fetal deaths) as the 1998 to 2005 US rate (0.69).


VEJA OUTROS:

Foto de Eduardo Boulhosa Nassar
Este site é mantido por Eduardo Boulhosa Nassar

Para que todos possam ter acesso ao bom conteúdo.