PAPP-A, o crescimento ?-hCG, e no início fetal livre identificar dois caminhos que levam a parto prematuro.



OBJETIVO:
Para avaliar o crescimento fetal precoce e os biomarcadores, gravidez proteína associada ao plasma A (PAPP-A) e gonadotrofina β-humana livre coriónica (β-hCG), em relação ao trabalho de parto prematuro.
MÉTODOS:
Um estudo de coorte de 9450 únicas mulheres grávidas que participaram do programa de triagem pré-natal do Hospital Universitário Aarhus entre janeiro de 2005 e dezembro de 2007, foi realizado. PAPP-A e livre β-hCG foram medidos no primeiro trimestre. Crescimento fetal precoce foi estimado por (GA (20) - GA (12)) / dias (de calendário), onde GA (12) reflete a idade gestacional em dias calculados a partir do comprimento cabeça-nádega de uma varredura de 12 semanas, GA (20) reflete a idade gestacional em dias calculados a partir do diâmetro biparietal de uma varredura de 20 semanas, e dias (de calendário) é o número de dias corridos entre os dois exames.
RESULTADOS:
Baixa PAPP-A e de baixo livre β-hCG foram significativamente associados com parto prematuro (<37 semanas). A associação foi ainda mais forte quando baixo PAPP-A e crescimento inicial lento fetal foram combinados, resultando em uma odds ratio ajustada de 3,8 (95% CI, 1,6-8,7). Crescimento inicial rápido fetal, mas nem alta nem PAPP-A alta livre β-hCG, foi significativamente associada com parto prematuro.
CONCLUSÃO:
Dois diferentes vias biológicas que conduzem a parto prematuro são sugeridos: crescimento inicial rápido fetal e a combinação de baixo PAPP-A e lento crescimento fetal precoce.

Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=%22PAPP-A%2C+free+beta-hCG%2C+and+early+fetal+growth+identify+two+pathways+leading+to+preterm+delivery.%22

VEJA TAMBÉM:



Texto Original



OBJECTIVE:
To evaluate early fetal growth and the biomarkers, pregnancy-associated plasma protein A (PAPP-A) and free β-human chorionic gonadotrophin (β-hCG), in relation to preterm delivery.
METHODS:
A cohort study of 9450 singleton pregnant women who attended the prenatal screening program at Aarhus University Hospital between January 2005 and December 2007, was conducted. PAPP-A and free β-hCG were measured in the first trimester. Early fetal growth was estimated by (GA(20)- GA(12))/Days(calendar), where GA(12) reflects the gestational age in days calculated from the crown-rump length at a 12-week scan, GA(20) reflects the gestational age in days calculated from the biparietal diameter at a 20-week scan, and Days(calendar) is the number of calendar days between the two scans.
RESULTS:
Low PAPP-A and low free β-hCG were significantly associated with preterm delivery (<37 weeks). The association was even stronger when low PAPP-A and slow early fetal growth were combined, resulting in an adjusted odds ratio of 3.8 (95% CI, 1.6-8.7). Fast early fetal growth, but neither high PAPP-A nor high free β-hCG, was significantly associated with preterm delivery.
CONCLUSION:
Two different biological pathways leading to spontaneous preterm delivery are suggested: fast early fetal growth and the combination of low PAPP-A and slow early fetal growth.


VEJA OUTROS:

Foto de Eduardo Boulhosa Nassar
Este site é mantido por Eduardo Boulhosa Nassar

Para que todos possam ter acesso ao bom conteúdo.